Fabricação de tarugos para extrusão: Tecnologia e práticas operacionais
Curso
Fabricação de tarugos para extrusão: Tecnologia e práticas operacionais
DATA: 19 a 21 de Agosto de 2019
HORÁRIO: 08:30 às 17:30
CARGA HORÁRIA: 24 horas
LOCAL: Sede da ABAL
Rua Humberto I, 220 - 5º andar - Vila Mariana - São Paulo - SP
MINISTRANTE(S):

Engº Luiz Sérgio de Carvalho
Engenheiro Metalurgista, formado pela Escola de Minas e Metalurgia de Ouro Preto, com mais de 35 anos de experiência em Metalurgia dos Não-Ferrosos, com ênfase em Alumínio. Exerceu cargos de engenharia de desenvolvimento de processos, engenharia industrial, gerencia industrial, gerencia técnica e comercial em empresas nacionais e multinacionais de grande, médio e pequeno porte do setor. Sócio/Diretor e Consultor Sênior da Proa Gestão e Projetos Industriais Ltda nas áreas de tecnologia, inovação e desenvolvimento de processos industriais em Mineração e Metalurgia de Não-Ferrosos

OBJETIVO:

Apresentar e discutir por meio de uma abordagem didática e de fácil entendimento os principais conceitos envolvidos na tecnologia de fabricação de Tarugos para Extrusão do Alumínio e suas Ligas. Compartilhar experiências, debater ideias, inovações e estudo de “cases”.

PÚBLICO-ALVO:

Todos os profissionais do mercado de Extrusão de Alumínio envolvendo, diretores, gerentes, operadores, supervisores, técnicos, tecnólogos, engenheiros recém formados, engenheiros trainees e engenheiros de um modo geral envolvidos na área de Fundição DC, Extrusão de Alumínio e Área Comercial de Produtos Extrudados.

PROGRAMA:

1-Introdução.

2-Seleção, controle e preparação de sucatas.

3- “Blending” de sucatas para elevado desempenho.

 

4-  Fusão de matérias primas:

4.1 – Conceitos fundamentais do processo de fusão de sucatas e lingotes ;

4.2 – Conceitos fundamentais do processo de combustão;

4.3 – Eficiência energética dos fornos  em seu máximo desempenho;

4.4 – Operação eficiente dos fornos de fusão para máxima  produtividade e ótimo consumo energético;

4.5 – Rendimento metálico de sucatas e as principais  variáveis que o impactam versus o  custo do metal gerado;

4.6 – Principais fatores  na geração de escória e na perda de fusão;

4.7 – Tratamento da escória gerada para máxima recuperação de metal;

4.8 – Redução da perda de fusão.

 

5-Tratamento do metal líquido:

5.1- Composição das ligas de Al-Mg-Si;

5.2 – Adição de elementos de liga e correções em mínimo custo;

5.3 – Efeito dos principais elementos liga;

5.4 – Obtenção do metal na faixa de composição química especificada em menor custo;

5.5 – Principais impurezas presentes no metal líquido e suas  fontes geradoras;

5.6 – Metal primário versus metal secundário em termos de impurezas;

5.7 – Estado da arte da tecnologia de remoção de impurezas contidas no metal líquido em forno de fusão , espera e durante o  vazamento do metal líquido para a maquina de fundição D.C.;

5.8 – Conceitos fundamentais do processo de refinado de grão e o cálculo da taxa ótima de adição ao metal líquido com redução de consumo;

 

6- Lingotamento em fundição D.C.

6.1 – Princípios do processo “Direct Chill Casting ” ( DC ) .

– Principais tecnologias  na fundição DC de tarugos,

– Comparação entre VDC e HDC,

– Zonas de fluxo de calor durante lingotamento DC.

 

6.2 –  Fluxo de Calor na Zona do Molde:

– Natureza da camada de refusão do tarugo gerada no contato metal /molde,

– Variabilidade da camada de refusão no contato metal/molde.

 

6.3 –  Interação entre o resfriamento no molde  e o resfriamento direto  com água . Efeito da frente avançada de resfriamento “The  Advanced Cooling Effect “.

6.4 – Influência da zona de “Air Gap” na superfície do tarugo e na microestrutura da camada de refusão

6.5 –  Fluxo de calor na zona de resfriamento direto

6.6 – Influência do fluxo de calor na estrutura de solidificação

6.7 – Mecanismo  de transferência de calor na zona de resfriamento direto

6.8 – Influência do fluxo de calor na zona de resfriamento direto em trincas  centrais no tarugo

6.9 –  Trincas a frio ou “Stress Cracking”

6.10 –   Conclusão: Fluxo de calor em fundição por resfriamento direto do  alumínio e suas ligas .

 

7- Correlação entre propriedades do tarugo, extrudabilidade e qualidade de extrusão   

7.1 – Introdução

7.2 –  Cumprindo  necessidades da planta de extrusão

– Otimização do conteúdo de  silício e magnésio

– Refino de grão

– Limpeza do metal

– Estrutura interna do tarugo

– Espessura da camada de refusão

– Tamanho de célula , Cell Size ou DAS (Dentrite  Arm Space)

– Tamanho de grão

– Tamanho e distribuição das fases intermetálicas

– Segregação inversa  ou “Segregated Billet Edge Zone”

– Especificações para estrutura bruta de fusão de tarugo  das ligas da série 6000  (Al-Mg-Si)

– Tratamento de homogeneização

– Princípios

– Critérios para homogeneização

– Controle do tamanho grão por  homogeneização

– Efeito da homogeneização no acabamento superficial e  propriedades de tração das extrusões

– Especificações para a estrutura HO de tarugo das ligas da série 6000 (Al-Mg-Si )

– Aspectos práticos

 

8- Ciclo da produção de extrudados das ligas da série 6000 versus estrutura interna.

9- Ciclo da produção de extrudados das ligas da série 6000 expresso em termos de história térmica.

10 – Curva T-T-T (temperatura, tempo e transformação) para ligas da série 6000  E “Quench Sensitivity’.

11- KPI’S (Key Performance Indicators) da qualidade para tarugo das ligas da série 6000 para extrusão.

12- Defeitos em tarugos.

13- Investigação metalúrgica dos defeitos na extrusão à quente das ligas da série 6000.

INSCRIÇÃO:

Até 19/07/2019
Sócios ABAL: R$ 1.683,00
Não associados ABAL: R$ 2.524,50


A partir de 19/07/2019
Sócios ABAL: R$ 1.870,00
Não associados ABAL: R$ 2.805,00

 

A taxa de inscrição inclui: 
Material didático, coffee-break, certificado de participação.

 

Bonificações: 
10% de desconto a partir de 3 inscrições da mesma empresa. As bonificações não são cumulativas. Informe-se pelo e-mail leandroalves@abal.org.br

Forma de Pagamento: 
Boleto bancário com vencimento para 7 dias a partir da data de inscrição. Pagamento por cartão de crédito, consulte-nos.

VAGAS:

As vagas são limitadas a 20 participantes e serão preenchidas de acordo com a ordem cronológica das inscrições.

CANCELAMENTO:
Politica de Reembolso

Os Cancelamentos devem ser feitos por escrito em até 5 dias antes da data do início do curso, onde haverá a devolução de 80% do valor pago pela inscrição, ficando retidos 20% do valor a título de taxas administrativas.

Os inscritos que não cancelarem ou substituírem sua participação no período acima mencionado, não será feito a devolução da inscrição, mas a mesma poderá ser utilizada para a matrícula em outra turma ou curso nas datas disponíveis, sem nenhum ônus.

Cancelamentos e transferências que ocorram por parte da ABAL, que impossibilitem a participação do inscrito, a devolução será feita integralmente, no prazo de até 5 dias.

A realização do curso dependerá do número mínimo de participantes inscritos. A ABAL reserva-se o direito de alterar datas, horários, locais ou mesmo cancelar programas de acordo com o número de interessados, nestes casos todos os inscritos serão previamente avisados.
OUTRAS INFORMAÇÕES:

Eventos ABAL
Tel: 11 5904-6450 – leandroalves@abal.org.br

Caso tenha interesse em participar deste evento, preencha o formulário abaixo e brevemente entraremos em contato para efetivar sua inscrição.
 
Dados da Empresa:
A Empresa é sócia da ABAL?          
 
 
 
 
 
 
 
 
Dados do Responsável pela inscrição:
 
 
 
 
Dados do Participante(1):
 
 
 
 
 
 
Dados do Participante(2) - opcional:
 
 
 
 
 
 
Dados do Participante(3) - opcional: