NOTÍCIAS
2 de Fevereiro de 2018
Nova fase do PSQ de Portas e Janelas de Correr de Alumínio aponta para organização setorial
Programa se encontra no início dos ensaios de desempenho dos sistemas de esquadrias

A atual fase do Programa Setorial da Qualidade (PSQ) de Portas e Janelas de Correr de Alumínio, iniciado em 2017 pela ABAL e pela Associação dos Fabricantes de Esquadrias de Alumínio – AFEAL, sob a gestão técnica da TESIS – Tecnologia e Qualidade de Sistema em Engenharia LTDA, se encontra no  início dos ensaios de desempenho dos sistemas de esquadrias. Os laudos de avaliação contribuirão para evidenciar a comprovação do atendimento às exigências da Norma Brasileira de Desempenho de Edifícios Habitacionais – ABNT NBR 15575:2013.

“A utilização dos resultados do PSQ pelas empresas construtoras deverá contribuir para a evolução dos processos construtivos, na medida em que promoverão melhor adequação da qualidade e do desempenho da edificação, além de estabelecer isonomia dos materiais para efeito de cotação e orçamento, gerando maior economia e durabilidade para a obra e garantindo segurança aos seus usuários”, explica o presidente-executivo da ABAL, Milton Rego.

“O programa é um marco para a qualidade. É a primeira vez que duas entidades de peso encabeçam um PSQ. Uma das grandes novidades é o fato de que, desta vez, toda a cadeia produtiva está envolvida diretamente e será qualificada: fabricantes de esquadrias, extrusoras, sistemistas, beneficiadores de perfis e fabricantes de componentes. Estamos vivendo um momento histórico. Estava mais do que na hora de nos unirmos pela qualidade”, comemora Fernando Rosa, gerente Nacional do PSQ de Portas e Janelas de Correr de Alumínio e gerente geral da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (AFEAL).

AFEAL e ABAL estão diretamente relacionadas a atividades de normatização. A AFEAL integra a CEE – 191 – Comissão de Estudos Especiais de Esquadrias, destacando a revisão da ABNT 10821 – Esquadrias Externas Para Edificações e a coordenação de alguns grupos de estudo (Revestimentos Metálicos, Colagem Estrutural, entre outros).  E a ABAL é a mantenedora e a gestora da ABNT/CB-35 – Comitê Brasileiro do Alumínio, responsável pela normalização dos perfis e do tratamento das esquadrias.

Produto-alvo

O PSQ de Portas e Janelas de Correr de Alumínio inicialmente avaliará a janela de correr com duas folhas de vidro, a janela de correr com três folhas com venezianas e todas as folhas móveis, com dimensões máximas de 1,50 x 1,20 m.

TESIS

A empresa selecionada para fazer a gestão técnica é a TESIS – Tecnologia e Qualidade em Sistemas de Engenharia. No mercado desde 1989, é autorizada pelo Inmetro para atuar em 15 Programas Setoriais da Qualidade no âmbito do PBQP-H.

As avaliações serão realizadas de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), dentre as quais, a ABNT NBR 10821 – Esquadrias Externas para Edificações e ABNT NBR 15.575 – Edificações Habitacionais – Desempenho. O atendimento a estas normas garantirá a estanqueidade à água, a resistência mecânica, a durabilidade e a isolação sonora das portas e janelas de correr de alumínio.

Também caberá à TESIS oferecer o suporte para o combate à não conformidade das empresas que, sistematicamente, colocarem no mercado brasileiro portas e janelas de correr de alumínio que não atenderem os requisitos mínimos especificados pelas normas técnicas ABNT.

Empresas associadas à ABAL participantes do PSQ