Rota Estratégica da Cadeia Brasileira do Alumínio

Mapa Síntese

Com o objetivo  de consolidar de forma executiva as propostas do documento completo da Rota, criou-se um Mapa Síntese, composto por 60 ações, que está ilustrado a seguir.

ELOS DA CADEIA Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
VISÕES Indústria de mineração de
bauxita e transformação
primária competitiva, inovadora
e sustentável, orientada à
agregação de valor e expansão
de mercados, com autossuficiência
em alumínio primário.
Cadeia da reciclagem
formalizada, integrada,
inovadora e sustentável,
orientada à maximização do
conteúdo reciclado.
Indústria de transformação
de alumínio coopetitiva,
provedora de soluções
sustentáveis, inovadoras e
de alta tecnologia.
O alumínio como solução
integrada, protagonista na
geração de valor, inovação
e sustentabilidade.
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
        Instituição de agenda de interação entre as indústrias de transformação e de aplicação, voltada aos setores automotivo, transportes e construção civil.
    Ampliação e fortalecimento da interlocução entre associações de interesse do setor para criação de uma plataforma comum de proposição de políticas, projetos e ações que impactem positivamente a cadeia brasileira do alumínio.
    Ampliação e fortalecimento da interlocução entre cadeia e governos nas esferas estadual e federal para a defesa de interesses e a proposição de políticas, projetos e ações de impacto para a cadeia brasileira do alumínio.
    Ampliação e fortalecimento de parcerias da indústria com academia e instituições de pesquisa para o desenvolvimento de pesquisas, programas, projetos, produtos e tecnologias.
    Estabelecimento de estratégias de coopetição entre empresas do setor para realização de projetos pré-competitivos.
    Promoção de intercâmbios e parcerias entre empresas locais e instituições e empresas internacionais, visando prospecção de mercado e transferência tecnológica.
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
    Promoção de campanhas nacionais e internacionais para valorização da baixa pegada de carbono do alumínio brasileiro.
    Estabelecimento de plano de comunicação para valorização do setor upstream.      
      Instituição de programas de comunicação e marketing para ampliação da divulgação de vantagens e benefícios dos produtos de alumínio.
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
        Desenvolvimento de estudos de prospecção e divulgação de oportunidades de mercado para a indústria de transformação de alumínio.
        Desenvolvimento de planos de inserção e expansão do uso do alumínio em mercados potenciais e consolidados.
    Desenvolvimento de política de incentivos à exportação de produtos da indústria nacional.
    Ampliação de acordos e alianças de comércio exterior.
    Realização de eventos nacionais e internacionais que promovam novas aplicações e tecnologias relacionadas ao alumínio.
          Elaboração de estudos setoriais de comportamento do consumidor sobre a utilização de embalagens e utensílios de alumínio.
      Mapeamento e divulgação de informações sobre linhas de crédito para as indústrias de reciclagem e de seminanufaturados, especialmente em fundos verdes.  
      Desenvolvimento de estudo de viabilidade da escala da reciclagem de produtos de diferentes ligas de alumínio.    
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
    Identificação de demandas de infraestrutura e logística na cadeia do alumínio.
    Ampliação de parcerias público-privadas para modernização da infraestrutura logística nas áreas de atuação do setor upstream.
     
    Desenvolvimento de estudo sobre impacto do custo do frete na competitividade do setor upstream.      
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
    Instituição de selo verde internacional como critério de valorização da baixa pegada de carbono e diferencial competitivo de mercado para o alumínio primário.      
    Ampliação das iniciativas para atendimento às normas técnicas relacionadas à cadeia do alumínio.
    Instituição de programa de incentivo ao uso de selos e certificações na cadeia do alumínio.
        Instituição de padrões e critérios de qualidade e sustentabilidade para produtos de alumínio.
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
    Ampliação da oferta de capacitação para profissionais ligados à cadeia do alumínio.
    Desenvolvimento de programas de capacitação voltados à inovação, ao desenvolvimento tecnológico e à gestão para empresas da cadeia do alumínio.
    Ampliação da inserção de conteúdos relacionados ao alumínio nas ementas dos cursos técnicos, tecnológicos e de graduação em arquitetura, engenharias, desenho industrial e afins.
    Criação de cursos de extensão e de pós-graduação com foco em alumínio.
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
    Revisão de proposta de política energética de longo prazo para a cadeia do alumínio, com foco na oferta de energia a preços competitivos.  
    Promoção de incentivos para a autogeração de energia.  
    Desenvolvimento de programa voltado à expansão da infraestrutura e ao uso de gás natural.  
    Realização de workshop sobre alternativas viáveis de
modelos energéticos para o setor upstream.
     
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
    Criação de sistema de monitoramento das transformações sociais, ambientais e econômicas das regiões de mineração de bauxita no Brasil.  
    Estudo e desenvolvimento da gestão da separação, coleta e processamento de sucata de alumínio, visando a aumentar a eficiência do sistema.
    Desenvolvimento de parcerias para a criação de sistemas de logística reversa.
    Ampliação das estratégias de aproximação entre associações e cooperativas de catadores com a indústria de reciclagem.
    Criação de agenda entre ABAL e órgãos reguladores para promoção do alumínio em questões relacionadas à sustentabilidade.
          Desenvolvimento de estudos comparativos das avaliações do ciclo de vida dos produtos de alumínio e dos seus principais concorrentes.
          Promoção do conceito de sustentabilidade como critério para a política de compras públicas.
    Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
      Ampliação de projetos para o desenvolvimento e aplicação do conceito de design for recycling.
      Fomento à implementação de projetos de pesquisa sobre ligas, processos e produtos de alumínio.
    Criação de um programa de vigilância tecnológica para a cadeia do alumínio.
    Ampliação de linhas de fomento para PD&I voltadas à cadeia do alumínio.
    Formação de grupo de trabalho para alinhamento da indústria de transformação de alumínio ao plano nacional de desenvolvimento da indústria 4.0.
    Estabelecimento de agenda do setor de alumínio para atração de investimentos, modernização e aumento da competitividade.
    Desenvolvimento de projetos voltados à criação e à aceleração de startups ligadas à cadeia do alumínio.
    Criação de grupo especializado na análise de incentivos governamentais e captação de recursos para apoio a projetos de PD&I.
    Criação de centro tecnológico de alta performance para produtos da cadeia do alumínio.
        Disponibilização de bancos de dados, com especificações técnicas do alumínio e suas ligas, para utilização em softwares de modelagem e simulação para processos e produtos, como soluções multimateriais.
        Desenvolvimento de projeto de inovação aberta envolvendo as empresas da indústria de transformação e de aplicação dos produtos de alumínio.
    Desenvolvimento e implantação de sistemas que permitam a rastreabilidade das cargas de alumínio.
    Promoção de pesquisa orientada à mitigação de impactos, à inovação no tratamento e à agregação de valor aos resíduos do setor upstream.      
    Instituição de programa de incentivo à modernização
tecnológica e da infraestrutura fabril na cadeia do alumínio primário.
     
Mineração e Transformação Primária Reciclagem Semimanufaturados Aplicação de Produtos de Alumínio
Fomento e apoio técnico a projetos de formalização de empresas, associações e cooperativas ligadas à cadeia do alumínio.
Promoção e acompanhamento de proposta de redução de carga tributária para a reciclagem.
Defesa da isonomia tributária entre os estados brasileiros para a comercialização dos produtos da cadeia do alumínio.
Elaboração de estudo de viabilidade para a simplificação de impostos que incidem sobre as empresas da cadeia do alumínio.
Ampliação da fiscalização sobre atividades informais na cadeia do alumínio.
Diagnóstico e acompanhamento dos avanços da formalização nos setores de transformação e de reciclagem de alumínio.
Promoção de política de redução tarifária na importação de insumos para o setor upstream.

Mapa Síntese – Rota Estratégica da Cadeia Brasileira do Alumínio 2030 [Clique aqui para visualizar]

Rota Estratégica da Cadeia Brasileira do Alumínio 2030 [Disponível para consulta na Biblioteca do CCAL (Centro Cultural do Alumínio) ou na Área Exclusiva de Associados. Se você é associado à ABAL, clique aqui.]

Veja também em Roadmap
Sobre O Processo