NOTÍCIAS
3 de outubro de 2017
Norsk Hydro conclui transação da Sapa
Hydro se torna a única proprietária da empresa líder global em extrusão

A aquisição torna a Hydro a única empresa global da indústria de alumínio que é totalmente integrada em toda a cadeia de valor e mercados, consolidando a força sem paralelos da empresa nas áreas de tecnologia, P&D, inovação e desenvolvimento de produtos, bem como de oferta de produtos e serviços, que beneficiarão mais de 30.000 clientes em todo o mundo. Ademais, a aquisição proporciona à Hydro a capacidade e liberdade de poder crescer nas áreas mais atrativas do alumínio e seguir fortalecendo o uso de soluções sustentáveis para a economia de baixo carbono.

“O dia de hoje simboliza o começo de uma jornada empolgante como empresa líder de nossa indústria global de alumínio, com total integração da bauxita ao produto final e com a melhor plataforma possível de crescimento, variedade, inovação e desenvolvimento de produtos, além de sustentabilidade e responsabilidade”, disse o presidente e CEO da Hydro, Svein Richard Brandtzæg.

A Sapa passará a ser a mais nova área de negócios da Hydro, a Soluções em Extrudados, que será dirigida por Egil Hogna. Estabelecida como uma joint venture entre a Hydro e a Orkla em 2013, ambas com participações iguais, a Sapa tem sido um fornecedor de soluções de alumínio altamente bem-sucedido e é a maior empresa de extrusão do mundo, com 22.400 empregados em mais de 40 países. Como a nova área de negócios da Hydro, continuará a operar com as unidades de negócios Extrusão Europa, Extrusão América do Norte, Tubos de Precisão e Sistemas de Construção.

O valor de empresa acordado para a totalidade das ações da Sapa foi de NOK 27 bilhões. Um valor de compra preliminar de NOK 11,86 bilhões para as ações, ajustadas as dívidas líquidas e normalizado o capital de trabalho, foi pago em espécie à Orkla hoje. Posteriormente, haverá o habitual ajuste de preço de compra pós-conclusão, com base no balanço patrimonial de encerramento.

A transação foi, inicialmente, financiada com a utilização de recursos próprios e uso de crédito rotativo, e parte do financiamento será, mais tarde, substituído pela emissão de títulos.

Fonte: Norsk Hydro