Alcoa e Alubar contribuem para metas globais de desenvolvimento sustentável – Associação Brasileira do Alumínio – ABAL
Acesse a área do associado Fale Conosco
← voltar para Banco de Notícias

Alcoa e Alubar contribuem para metas globais de desenvolvimento sustentável

 

Em outubro, instituições ao redor do mundo celebraram o Dia da Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de lembrar a fundação e a importância da entidade para a resolução de conflitos, a mobilização em prol da igualdade social e a construção coletiva de um mundo mais justo e sustentável. Nessa tarefa, a Organização conta com o apoio de empresas, governos e sociedades, que voluntariamente assinam o Pacto Global das Nações Unidas e se comprometem com os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

No Pará, as indústrias de alumínio têm um papel importante para dar um significado prático às metas estabelecidas pela ONU, indo além do crescimento econômico e incorporando, no dia a dia, práticas que fortalecem a saúde e bem-estar, educação, melhorias industriais, preservação do meio ambiente e da água, trabalho digno, igualdade de gênero, entre outras áreas.

A Alubar, uma das maiores produtoras de vergalhões de ligas de alumínio em todo o continente e fabricante de condutores de cobre para todo o Brasil, possui diversos cases nesse sentido. A empresa realiza, por exemplo, operações e controles internos que garantem que a água que sai do processo produtivo em Barcarena (PA) não causa nenhum dano aos rios da região.

A Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) da empresa possui um avançado sistema de filtro prensa e de prevenção contra vazamento de óleos. Além disso, a água utilizada na produção de cabos e vergalhões é reciclada e retorna para o processo várias vezes antes de ser tratada, encaminhada para a rede da Companhia Docas do Pará (CDP) e então voltar aos rios.

“Vamos além de atender a legislação, fazemos tudo ao nosso alcance para que os efluentes retornem para a rede da CDP da melhor forma. Sou morador de Barcarena, também tomo banho nos rios e para mim esse serviço é gratificante”, relata o laboratorista Deyvid Souza, que opera a ETE da Alubar em Barcarena. Esta iniciativa está alinhada ao ODS 6: Água Potável e Saneamento.

A Alubar também está no caminho do ODS 5 – Igualdade de Gênero, ao proporcionar oportunidades iguais para pessoas que se dedicam e mostram competência no trabalho, inclusive no acesso a cargos de chefia. De janeiro de 2019 a janeiro de 2020, as mulheres registraram um crescimento de 18% em toda a empresa. Em cargos estratégicos, elas representam 32% dos colaboradores nessa posição, tendo aumentado a participação em 20% no último ano. Recentemente, duas áreas estratégicas da empresa pela primeira vez passaram a ser comandadas por mulheres: Thais Porto assumiu a Diretoria Financeira e Ana Paula Bittencourt passou a liderar a Diretoria de Operações Brasil.

“A Alubar é uma empresa que sempre esteve comprometida com a sustentabilidade, no sentido mais abrangente da palavra. Isso quer dizer que nossas ações sempre buscaram o crescimento do negócio, o desenvolvimento das pessoas, o respeito ao meio ambiente. Tudo de forma integrada, fazendo com todos possam evoluir conosco, sejam os colaboradores ou a sociedade que está ao nosso redor. Por isso, fazer parte do Pacto Global da ONU é, na verdade, uma iniciativa coerente com as nossas atitudes”, explica o diretor-executivo da empresa, Maurício Gouvea.

Outras ações da Alubar alinhadas ao Pacto Global estão registradas nos relatórios anuais, disponíveis em alubar.net.br.

Prioridade global

A Alcoa é signatária do Pacto Global das Nações Unidas desde 2015. Para a companhia, sustentabilidade é uma de suas prioridades globais, pois minimiza impactos negativos e maximiza o valor. Para Fábio Abdala, gerente de Sustentabilidade da empresa, fazer parte desse esforço mundial é estratégico para a empresa.

“Significa que a empresa produz com eficiência, reduz os impactos ambientais, entendendo as necessidades de clientes, das comunidades onde estamos inseridos, respeitando direitos humanos e criando Valor Compartilhado”, destaca Fábio.

Entre as iniciativas destacam-se:

ODS 4 – Educação de qualidade: Apoio no capital humano, tanto de colaboradores, quanto na comunidade;

ODS 5 – Igualdade de Gênero: Cultura inclusiva, com respeito à diversidade, ancorados no Valor Cuidar das Pessoas;

ODS 8 – Trabalho decente e crescimento econômico/direitos humanos: Destacam-se a Política e o Conselho de Direitos Humanos e o posicionamento da companhia em respeito à valorização das populações tradicionais;

ODS 13 – Ação contra a Mudança Global do Clima: a empresa mantem foco prioritário em iniciativas para conservação da biodiversidade e mudanças climáticas, buscando reduzir a emissão de CO2, investindo na conservação da biodiversidade, por meio de áreas protegidas;

ODS 15 – Vida Terrestre: Compromisso de recuperação progressiva de áreas mineradas, incentivando a participação da comunidade na reabilitação, promovendo geração de emprego e renda e educação ambiental;

ODS 17 – Parcerias: A Alcoa promove o desenvolvimento sustentável, por meio da atuação de diversos parceiros, como o Instituto ETHOS, Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (GVces/FGV), World Resources Institute (WRI), Plataforma Parceiros Pela Amazônia (PPA), Agência Internacional de Desenvolvimento dos Estados Unidos (USAID), Imazon e outras associações civis.