pt

Outros Meios de Transporte

O alumínio está presente em todos os modais, proporcionando maior capacidade de carga, com menor desgaste de componentes, consumo de combustível e emissões atmosféricas. Veja onde o metal é utilizado e quais seus benefícios nos demais meios de transporte.

Aéreo

Alta resistência e extrema leveza fazem do alumínio o material de excelência para aviões. Presente nas asas, na fuselagem, em estruturas de portas, janelas e assentos ou até mesmo no trem de pouso, o metal responde por até 80% do peso estrutural de uma aeronave. É ótimo dissipador de calor, que permite voos a altíssimas velocidades com muito conforto térmico, e altamente resistente a repetidos ciclos de carga e descarga, sendo empregado em diversos componentes de segurança.

Naval

Até 30% mais leves que similares em aço inox, embarcações fabricadas com alumínio demandam menor potência instalada com motorização, sem prejuízo de performance e de velocidade e com expressiva economia de combustível. Como o alumínio tem grande resistência à corrosão mesmo em ambientes marítimos, investimentos adicionais para pintura do casco são dispensados, e os custos com manutenção e revisão são expressivamente menores.

A leveza do metal, que garante às embarcações, com propulsão à vela ou motor, boa dirigibilidade e agilidade nas manobras também permite a redução de calado, assegurando navegabilidade sobre zonas pouco profundas, em especial nos portos e em canais. Ao mesmo tempo, o metal confere aos veículos excepcionais índices de dureza e de resistência à choques, auferindo segurança às estruturas e superestruturas de cruzeiros, transatlânticos, iates, catamarãs, balsas, veleiros e barcos de pescaria.

Ferroviário

Trens e Vagões de alumínio possuem uma estrutura rígida que resiste a cargas complexas, ao desgaste e às forças aerodinâmicas resultantes da passagem das locomotivas pelos túneis. Em trens com paradas frequentes, como o metrô e unidades de conexões intermunicipais, a leveza da carroceria, 2/3 inferior a de uma estrutura similar em aço, gera economia de energia em movimento e razoável aceleração entre as paradas.

Os trens de alta velocidade, por sua vez, ultrapassam os 270 km/h sem sobrecarregar o sistema de rolamentos/rodas. Caso notório, o francês TGV Duplex transporta 40% mais passageiros pesando 12% menos que uma versão em aço de um único andar, graças à estrutura de alumínio. Já os vagões de trens de carga fabricados com o metal leve chegam a transportar até seis toneladas a mais que similares em aço; apresentam melhor resistência ao transporte de cargas corrosivas como fertilizantes e adubos e duram muito mais com menos manutenção.

Duas rodas

O segmento de duas rodas se beneficia da leveza e resistência do alumínio para aumentar o desempenho de bicicletas, scooters e motonetas às motos de alta potência, para uso urbano ou em competições de velocidade ou off-road.

Aplicado no motor, balança traseira, garfo dianteiro, rodas, guidão, pedais, alavancas de freio, defletores e até mesmo no chassi, o alumínio é o material ideal para produção de veículos mais leves, velozes, seguros e com design arrojado. Só o alumínio absorve tão bem os impactos dos desníveis de uma estrada ou os buracos de uma trilha, com resistência, durabilidade e perfeita distribuição de peso.

cheap air jordans