← voltar para Banco de Notícias

Colaboradores da MRN desenvolvem tecnologia para ajudar na prevenção à Covid-19

 

Os empregados da Mineração Rio do Norte (MRN), empresa que opera mina bauxita no distrito de Porto Trombetas, no município de Oriximiná, no oeste do Pará, criaram um dispositivo conectado à pia para que tanto a torneira quanto o recipiente de sabão sejam acionados pelos pés. Com isso, evitam o toque direto das mãos nesses equipamentos e reforçam a segurança e saúde no ambiente de trabalho.

A ideia surgiu entre os empregados da Usina de Geração e Distribuição de Energia, que durante reuniões pensaram de que forma poderiam contribuir com a MRN nas ações de prevenção à Covid-19. Pesquisaram na internet alguns dispositivos já existentes e decidiram adaptá-lo. E tudo isso com baixíssimo custo, pois reaproveitaram os materiais disponíveis na área, como a pia já instalada, reservatório de sabão, grampos de telha galvanizada e tubulações. As únicas aquisições foram a torneira e as conexões das tubulações.

“A iniciativa de se fazer o melhor foi muito notório, pois tivemos 100% de mão de obra da equipe local. Em termos de visual e de praticidade, conseguimos um excelente resultado. Uma tecnologia totalmente sustentável e essencial para esse momento que vivemos, pois estimula, cada vez mais, a assepsia das mãos que combate o coronavírus e uma série de outras doenças”, explica Carlos Leite, gerente técnico da seção da Usina de Geração e Distribuição de Energia da MRN.

Foram dois dias e 16 horas de trabalho para desenvolver a engenhoca, que está localizada logo na entrada da área, permitindo que os empregados façam a higienização ao iniciar e finalizar o expediente. Jaílson Marinho, mecânico da MRN, foi um dos que participaram dessa construção.

“Fico orgulho de fazer parte de uma equipe que se preocupa com a saúde e bem-estar dos empregados. É um projeto que contribui para todos. Na verdade, começamos a entender o quanto é importante a lavagem das mãos e ter sempre os melhores hábitos de higiene”, afirma.     

Daniel Almeida, mecânico da MRN, também deu sua parcela de contribuição, gravando um vídeo para explicar como funciona a tecnologia e incentivar a assepsia constante das mãos.

“Estamos ajudando a empresa na questão da prevenção, incentivando a higienização das mãos ao entrar e sair do trabalho. Nosso compromisso não é apenas com o negócio, mas também com a sociedade e para isso todos devem desenvolver boas práticas de segurança e saúde.  Vou fazer 14 anos na empresa e para mim foi um privilégio participar desse momento de inovação”, comenta.

Para conferir como funciona o dispositivo dos pedais acoplados à pia, acesse o vídeo: https://bit.ly/DiaMundialMaos.