← voltar para Banco de Notícias

Com investimento de R$ 300 mi, CBA vai adotar em Alumínio (SP) total disposição a seco de resíduos até 2023

A associada CBA anunciou que a disposição exclusiva de resíduo a seco na produção de alumina, realizada na unidade de Alumínio (SP), deve começar em 2023. Mas o projeto de implementação de filtro-prensa na planta da mineradora começou em 2016, com investimento total de cerca de R$ 300 milhões.

A refinaria da CBA produz cerca de 1,6 mil t/dia de resíduo, conhecido como lama vermelha. ]

“Esse material tem uma concentração de 45% de sólidos que, graças a tecnologia do filtro-prensa, será elevada para 75%, permitindo, assim, o empilhamento do resíduo a seco na barragem atual, aumentando a segurança da mesma e facilitando a reabilitação futura”, conta Albino Mercado Junior, gerente-geral de Engenharia e Tecnologia da CBA. “No processo de mineração, ela é utilizada principalmente no tratamento inicial da bauxita; e na planta industrial é usada em todos os processos desde a refinaria, para geração de vapor, e em outros processos como tratamento para gases e resfriamento de materiais da linha de produção”, complementa.

Fonte: Revista Minérios – https://revistaminerios.com.br/disposicao-a-seco/