Acesse a área do associado Fale Conosco
← voltar para Banco de Notícias

MRN celebra 21 anos de sucesso do projeto ambiental Pé-de-Pincha

 

Na Semana Mundial do Meio Ambiente, a Mineração Rio do Norte (MRN) celebra os resultados de uma das maiores iniciativas ambientais que completa 21 anos de atuação: o Projeto Manejo Comunitário de Quelônios no Médio Amazonas – Pé-de-Pincha, voltado para a preservação de espécies de quelônios (nomes que agrupam todas as formas de tartarugas identificadas no mundo) e ações de educação ambiental nas comunidades. O projeto já devolveu mais de 5 milhões de filhotes à natureza. No Pará, o trabalho é realizado em 18 comunidades de Oriximiná e sete de Terra Santa.

Segundo o professor Paulo Cesar Machado Andrade, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e coordenador do Pé-de-Pincha, o projeto foi criado em 1999, a partir do pedido de ribeirinhos do lago Piraruacá, em Terra Santa, e passou a integrar o programa de extensão da universidade.

“O Pé-de-Pincha nasceu com a ideia de capacitar os comunitários para fazer um trabalho de proteção aos ninhos e aos filhotes com o objetivo de tentar recuperar a população de quelônios, principalmente o Tracajá. De lá para cá, se estendeu para outros 18 municípios e 123 comunidades do Pará e Amazonas. O mais importante neste trabalho é a mudança de percepção da comunidade que participa do projeto, que passa a valorizar e a proteger esta espécie. Isso nos faz crer na continuidade deste projeto e que os comunitários possam modificar a relação deles com o meio ambiente, tornando essa relação mais integrada”, relata o professor.