Projeto da CBA é case de sucesso em conservação e reequilíbrio do meio ambiente em Niquelândia (GO) – Associação Brasileira do Alumínio – ABAL
Acesse a área do associado Fale Conosco
← voltar para Banco de Notícias

Projeto da CBA é case de sucesso em conservação e reequilíbrio do meio ambiente em Niquelândia (GO)

 

O Legado Verdes do Cerrado, Reserva Particular de Desenvolvimento Sustentável de propriedade da nossa associada CBA, está realizando a revitalização de uma área de seis hectares, antes ocupada pelo plantio de eucalipto, em Niquelândia (GO), a partir do modelo de agrofloresta e árvores nativas do Cerrado.  Esse sistema produtivo replica os ecossistemas naturais, otimiza o uso da terra e concilia a conservação ambiental com a produção de alimentos.

Desde o início do projeto, em 2018, a área cultivada já chega a seis hectares, com previsão de incremento de mais 11 hectares até o fim de 2020. Mais de cinco mil mudas já foram plantadas, de espécies como limão, banana, goiaba, mandioca, além de espécies do Cerrado como cajuzinho-do-cerrado e baru.

“É um exemplo de que temos alternativas viáveis utilizando ativos que o bioma tem e talvez não estejam sendo aproveitados com todo seu potencial. O sucesso dessa iniciativa pode fomentar modelos que sejam economicamente atrativos para pequenos e grandes produtores, já que, conforme a produção vai ganhando escala, o retorno financeiro também é maior”, destaca a supervisora Socioambiental do Legado, Fabiana Pureza de Almeida.

Além de ser uma alternativa de produção sustentável de alimentos, a agrofloresta é um atrativo para a fauna, na medida em que possibilita uma nova dinâmica que reequilibra o ecossistema. No Legado Verdes do Cerrado, por exemplo, a área cultivada recebe visita constante de antas, raposas, catitus, tatus e diversas espécies de pássaros nativos.

“Para a estratégia de negócios do Legado Verdes do Cerrado, a agrofloresta mostra-se uma oportunidade incrível, pois possibilita diversas safras ao longo do ano, permite maior integração com o bioma e ainda desenvolve novas perspectivas, seja com a produção dos frutos do Cerrado – baru e cajuzinho -, ou com a integração com a comunidade de Niquelândia”, explica David Canassa, diretor da Reservas Votorantim, que administra a Reserva.

Acompanhe o Legado Verdes do Cerrado no Facebook e Instagram:

www.facebook.com/legadoverdesdocerrado

www.instagram.com/legadodocerrado